Maio Amarelo é tema de webnário em Rio Branco

por Detran AC
9 visualizações

Eduardo Gomes

Criado em 2014 como parte das iniciativas da “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”, instituída pela assembleia-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o Movimento Maio Amarelo é uma cooperação internacional que tem como principal objetivo chamar a atenção de pedestres, ciclistas e condutores para atitudes preventivas no trânsito das cidades.


O webnário foi transmitido pelas redes sociais da faculdade Pitágoras de Rio Branco. Foto: Eduardo Gomes/Detran

Em 2021, já por conta da pandemia da Covid-19, o governo do Acre decidiu dar um foco diferente para as ações educativas, reforçando as atividades por meio digital. Sem poder realizar o contato físico, o trabalho dos educadores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) está limitado à conscientização pelas redes sociais.

“Estamos vivendo um período atípico e desafiador para o trabalho de conscientização feito pelas nossas equipes. Desde o início da pandemia temos realizado ações pontuais e aproveitando ao máximo as possibilidades que as mídias digitais nos oferecem. A adesão da sociedade civil organizada e de instituições é fundamental para o sucesso da campanha”, disse Taynara Martins, presidente do Detran.

Para reforçar a tarefa de conscientizar a população, o Detran conta com alguns parceiros. A Faculdade Pitágoras de Rio Branco, por exemplo, viabilizou junto à presidência da autarquia meios de contribuir com a disseminação de informações relativas ao Movimento. O I Webnário Maio Amarelo teve como tema “A Segurança no Trânsito e a Proteção da Vida Humana” e contou com a participação virtual de estudantes e professores da instituição.

O evento de encerramento do Maio Amarelo será realizado nesta sexta-feira, 28, na seda da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) seccional Acre, a partir das 10 horas da manhã.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo