Governo garante investimentos para a segurança em parceria entre Detran e PM

por admin
3 visualizações
Arison Jardim 

 

 

Parceria garante cerca de R$ 5 milhões para a segurança (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Renovando a parceria entre o Departamento de Trânsito (Detran) e a Polícia Militar do Acre (PMAC), foi assinado o convênio com investimento de mais de R$ 5 milhões para as operações de segurança. Com isso, o governo do Estado garante mais recursos para as atividades de fiscalização e ação ostensiva em todo o território.

O governador Tião Viana, junto com as equipes das instituições, celebrou a assinatura da parceria nesta quarta-feira, 28, na Biblioteca Pública do Estado. Por meio de convênios, o Detran destina mais de R$ 3,6 milhões diretamente para a PMAC, além de outro R$ 1,3 milhão ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), administrado pela Secretaria de Estado Segurança Pública (Sesp).

Tião Viana destacou a importância dos órgãos para a diminuição do número de mortes causadas pelo trânsito no estado. “A defesa da vida envolve muita autoridade moral. E isso vocês demonstram com muita força. Agradeço o empenho de cada um que contribui para o trânsito seguro, além dos policiais, que enfrentam a ameaça da violência todos os dias para nos proteger.” Ele pontuou ainda que cada contribuição ajuda muito na segurança, que recebe este ano um investimento superior a R$ 400 milhões do governo do Estado.

“Os recursos vão ajudar nas atividades de fiscalização não apenas do trânsito, mas de um modo geral. Assim, apoiamos a segurança e a população neste momento de dificuldades. Este ano, ampliamos os valores e damos nossa contribuição para a solução mais definitiva para a segurança”, afirmou o diretor-geral do Detran, Pedro Longo. O departamento é um dos integrantes do Sisp.

O comandante-geral da PM, coronel Marcos Kinpara, explicou a importância do trabalho conjunto. “A parceria renovada hoje é importantíssima, porque dá condições de trabalho aos policiais de todos os municípios. Também ajuda na repressão a pessoas que dirigem embriagadas e cometem crimes graves no trânsito”, disse.

A última avaliação feita mostra uma redução de 29% no índice de mortes no trânsito do estado, levando-se em consideração os meses de janeiro a outubro de 2017 em comparação com o mesmo período de 2016. O trabalho é feito pelo Detran, com apoio das Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), Polícia Militar, Superintendência Municipal de Transportes (RB-Trans) e outros parceiros envolvidos.

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo