Detran intensifica trabalhos de fiscalização e educação

por admin
9 visualizações

Somente em outubro deste ano, 1.256 novos veículos ganharam as ruas rio branquenses. Em média, é como se a frota inteira do município de Feijó invadisse Rio Branco todos os meses. Com esses dados, fica fácil entender por que circular na capital com mais de 93 mil veículos exige cada vez mais atenção.

A situação se agrava nos horários de pico. Os congestionamentos tornam-se inevitáveis. O excesso de veículos disputando o espaço público nos últimos anos teve como aliado a facilidade de compra. Para a maioria das pessoas, o transporte individual é um sonho de consumo. Pode-se observar que algumas pessoas têm um, dois até três veículos.

Por mais que o poder público venha fazendo sua parte investindo em condições de infraestrutura através da ampliação das vias urbanas e engenharia de trânsito, uma questão importante precisa urgentemente de mudança, o comportamento humano.

Durante este ano, as estatísticas revelam 113 vítimas fatais de acidentes de trânsito, ou seja, famílias que tiveram seus entes queridos “retirados” de forma brutal. Nada pode descrever a dor e o desespero dos familiares e amigos. São crianças, jovens, adultos e idosos, sem falar naquelas pessoas que ficaram com sequelas decorrentes dos acidentes de trânsito necessitando de tratamentos médicos ou tornaram-se dependentes para locomoção.

As operações realizadas pelo Detran, em conjunto com a Ciatran no período de agosto a outubro, resultaram em 526 carteiras de habilitação e 979 documentos de veículos recolhidos, 5.725 autos de infração expedidos. Entre as principais causas dessas irregularidades pode-se destacar, conduzir veículo sob influência de álcool; entregar veículo a pessoa não habilitada e dirigir sem possuir carteira de habilitação.

A diretora de Operações, Sawana Carvalho, disse que as entidades públicas têm que fiscalizar e isso está sendo feito, mas alerta para a necessidade da humanização no trânsito.

A educação é um processo permanente de construção de conhecimentos, de valores, de posturas e de atitudes. Palestras sobre trânsito nas escolas e nas empresas, blitze educativas, fiscalização ostensiva, entre outras atividades, são ações de conscientização realizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) visando um trânsito mais humano.

Em Rio Branco, na atual gestão do Detran/AC, foram realizadas atividades de educação de trânsito que atingiram 3.232 pessoas, desse total, 72 escolas públicas e particulares receberam palestras e apresentações teatrais. Em Cruzeiro do Sul, no mês de outubro foram ministradas palestras nas escolas para 3.995 pessoas. Esses dois municípios representam mais de 80% da frota do Estado.

“O trânsito é composto por via, veículo e vida. Porém, de nada adianta uma rua bem asfaltada e sinalizada, além dos modernos equipamentos de segurança dos veículos, como o air bag, se as pessoas não mudarem de postura, pois respeitar as normas de trânsito é respeitar a vida”, enfatiza o diretor-geral do Detran/AC, Reginaldo Prates.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo