Campanha pela Vida

por admin
1 visualizações

Dentre as infrações de trânsito mais comuns, velocidade, embriagues e o desrespeito à faixa de pedestres são campeãs. A última é presenciada várias vezes ao dia pelos educadores de trânsito, que mesmo em portas de escolas e estando ali para garantir o direito do pedestre em atravessar a rua, os motoristas insistem em não parar para dar passagem a quem está a pé.

Fatos como esse são presenciados diariamente pela educadora Siomara Catter. Cenas de crimes cometidos no dia a dia do tráfego urbano, comuns, apesar de erradas, podem diminuir daqui para a frente. O Governo do Estado comprou a briga pela paz no trânsito e lançou na manhã desta quarta-feira, 23, uma Campanha pela Vida.

A campanha será veiculada em rádio, televisão, outdoors e jornais. São utilizadas imagens reais ou representações da realidade (no caso dos spots para rádio) e o objetivo é causar choque nas pessoas para que elas possam parar e refletir sobre as vidas que estão em jogo no trânsito e que a pressa é uma das inimigas do tráfego, segundo a diretora do Detran Sawana Carvalho.

Hoje a frota do Estado é composta por 157 mil veículos e 160 mil condutores. Sawana explica que a cada ano 24 mil veículos entram em circulação e que 60% do total é composto por motos. “Com essa frota elevada é preciso uma campanha que contemple motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. Uma das ações da campanha acontece em parceria com a Associação dos Postos de Combustíveis, onde educadores vão aproveitar a parada para abastecimento dos veículos para informar os condutores sobre as leis de trânsito”.

O governador Tião Viana lembrou que o trânsito fere um milhão de pessoas por ano e deixa 250 mil portadores de deficiências. Anualmente o Brasil gasta R$ 4 bilhões com despesas de saúde ocasionadas por acidentes de trânsito. “O problema do trânsito não termina nos acidentes que causa. Continua com os filhos que ficam órfãos, as famílias que não têm como pagar uma fisioterapia ou perdem os chefes que garantiam o sustento da casa. Um carro pode ser uma arma mais poderosa que um revólver e nós vamos ganhar essa guerra. Os carros vão parar para os pedestres nas faixas e quem dirigir embriagado não será perdoado”, disse.

Tião disse ainda que o compromisso do Governo do Estado em melhorar o trânsito no Acre é real e se algum motorista que ocupe cargo de confiança na atual gestão causar um acidente por velocidade ou embriagues será exonerado tão logo se comprove o fato.

O deputado estadual Eduardo Farias lembrou que as campanhas, apesar da importância, só ganham força com a adesão da sociedade e sugeriu que as igrejas e os movimentos de bairros sejam envolvidos. O prefeito em exercício, Juraci Nogueira, enfatizou que a RBTrans está a disposição do governo, assim como a Câmara de Vereadores e a Assembléia Legislativa, para somar esforços e auxiliar no que for necessário na campanha por um trânsito mais seguro e com menos violência.

O vice-governador César Messias destacou que a campanha, por seu conteúdo forte, vai fazer as pessoas pararem para pensar antes de avançar um sinal ou cometer qualquer outra imprudência

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo