Ações no trânsito diminuem em mais de 42% número de vítimas fatais no estado em 2017

por admin
0 visualizações

O Batalhão de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar (Bptran) vem intensificando as ações preventivas e repressivas durante o ano no intuito de diminuir o número de acidentes, bem como a incidência de ocorrências com vítimas nas rodovias do estado.

Resultante disso, a unidade militar, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), divulgou dados que apontam a diminuição de acidentes de trânsito em comparação aos meses de janeiro a julho de 2016 no Acre.

De acordo com o comandante do Bptran, tenente-coronel Ezequiel Bino, o trabalho realizado em conjunto com o órgão executivo de trânsito estadual, o Detran, e demais instituições que operam no trânsito estadual e municipal, auxiliaram no baixo índice de acidentes até o momento no estado.

“Estamos realizando um trabalho que visa não somente reprimir àqueles que fazem o uso de ingestão de bebidas alcoólicas sob a direção de veículos, mas, também, orientar e reeducar o motorista sobre a importância de um trânsito seguro para a boa fluidez e trafegabilidade nas vias estaduais. Para isso, potencializamos, graças à parceria com o Detran, o policiamento na capital e no interior do Acre”, destacou o oficial.

Os dados ainda apontam a redução de 11% no número de acidentes sem vítimas fatais e 10,4 % dos acidentes apenas com danos materiais em 2017 no estado, em comparação aos meses de janeiro a julho de 2016.

“Compartilhamos com a população os bons resultados da redução de acidentes no estado, aproveitando para destacar o primoroso trabalho de fiscalização de trânsito realizado pela Polícia Militar e pelos nossos agentes”, afirma o diretor-geral do Detran-AC, Pedro Longo.

Balanço do trânsito em Rio Branco

Trabalho conjunto é um dos fatores apontados para o alcance dos índices positivos (Foto: Assessoria Detran)

Na capital, o índice de acidentes com vítimas fatais a cada 10 mil habitantes diminuiu 14,45% em relação aos primeiros sete meses do ano passado. O resultado é reflexo de uma trabalho conjunto entre as instituições de trânsito.

“O intenso policiamento e as ações operacionais integradas com outros órgãos de trânsito na capital, também, corresponderam à expectativa até o momento. Em comparação a 2106, reduzimos em 11% o número de vítimas fatais e em 17% o número de acidentes sem vítimas no trânsito de Rio Branco”, destacou Bino.

Por: Saulo Negreiros

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo