Sexta faixa de travessia elevada é implantada em Rio Branco

por admin
0 visualizações

Daigleíne Cavalcante 

Obra de engenharia auxilia na travessia segura (Daigleíne Cavalcante/Detran)

Para facilitar a travessia de pedestres, o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) implantou mais uma faixa elevada. Dessa vez, na Rua Epaminondas Jácome, bem no centro de Rio Branco, onde o trânsito é bastante intenso.

Esta é a sexta faixa elevada implantada em Rio Branco e o principal objetivo desse tipo de obra de engenharia é proporcionar mais visibilidade aos condutores, potencializando aos pedestres a segurança na travessia das ruas.

Sâmia de Nazaré, mãe de um dos alunos da Escola Infantil Alexandre dos Santos Leilão, localizada bem próxima à faixa elevada, diz se sentir muito mais segura ao realizar a travessia no local.

“Todos os dias preciso atravessar neste local. Antes a gente passava muito tempo esperando alguém conceder a vez e muitas vezes um condutor parava e os outros não, colocando a nossa vida em risco. Agora ficou muito mais seguro”, diz Sâmia.

Sâmia de Nazaré : “Todos os dias preciso atravessar neste local. Agora ficou muito mais seguro” (Daigleíne Cavalcante/Detran)

No ano passado, 13 pedestres morreram vítimas de acidentes de trânsito em Rio Branco. Em 2016 foram 17. “A redução de um ano para o outro demonstra que o investimento na segurança da travessia é fundamental e tem dado resultados significativos”, enfatiza a diretora-geral do Detran, Shirley Torres.

Outra funcionalidade das faixas elevadas é conceder mais acessibilidade aos cadeirantes, idosos e crianças, por se tratar de uma extensão de calçada, livre de obstáculos como rampas no trajeto.

Esta é a sexta faixa elevada construída em Rio Branco, como parte do projeto de Proteção à Vida em Respeito às Faixas de Pedestres. A próxima a será implantada em Sena Madureira, em parceria com a prefeitura do município.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo