Mulher e trânsito combinam SIM!

por admin
0 visualizações

 

Ana Flávia Soares

A tarefa de dirigir um veículo sempre esteve associada à figura do homem, quem nunca ouviu aquela famosa piada de mau gosto “mulher no volante, perigo constante” ou a frase “só podia ser mulher”. Infelizmente, o machismo está em todos os lugares, inclusive no trânsito.

Nestes 8 de março, o Dia Internacional da Mulher, o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) homenageia a mulheres que contribuem para um trânsito mais seguro e também levanta a reflexão sobre o preconceito com sexo feminino na direção.

Em Rio  Branco, apenas 34,41% dos habilitados são mulheres, ou seja, elas ocupam apenas 1/3 do volante no trânsito. Em todo o estado, na categoria de habilitação E, que tem como pré-requisitos categorias B, C ou D, somente 16% são mulheres.

Ser um bom ou mau motorista não depende do sexo, a comparação entre os sexos na direção não tem nenhum fundamento. O que faz um bom motorista é o respeito às leis e a prudência ao dirigir.

“As mulheres podem e devem ocupar mais espaço na direção, por isso, mesmo que seja desencorajada a dirigir, não desista, se esse for o seu desafio”, afirma o diretor-geral do Detran/AC, Pedro Longo.

 

 

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo