MPAC lança ação Maio Amarelo com palestra sobre direção segura em parceria com o Detran

63 visualizações

Ana Paula Pojo

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) lançou nesta terça-feira, 17, a ação Maio Amarelo no MPAC, com uma palestra educativa sobre direção segura e uma apresentação teatral sobre a importância do Maio Amarelo. O evento foi realizado em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

“Quando se fala em segurança no trânsito devemos almejar o número zero de acidentes e de mortes. O esforço deve ser para educar e conscientizar, de modo que tenhamos um trânsito seguro. O papel do Ministério Público é importante porque atua na sensibilização, que é o que estamos fazendo hoje, e também no aspecto repressivo. Que todos tenhamos consciência da nossa missão e compromisso para promovermos, de fato, uma melhoria no trânsito com atitudes que evitem acidentes”, disse o procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento.

A palestra sobre direção segura foi ministrada pelo sociólogo Renato Lopes, e seu foco foi promover um chamamento sobre a conscientização da preservação da vida no trânsito e sobre a importância do respeito à legislação. O conteúdo está disponível no canal do MPAC no YouTube (mpacre).

Encenação de peça teatral (Foto: Renato Beiruth)

Estiveram presentes membros e servidores do MPAC, representantes do Detran, RBTrans.

Compuseram o dispositivo de honra, o corregedor-geral do MPAC, Álvaro Luiz Araújo Pereira, os procuradores-gerais adjuntos, Rita de Cássia Nogueira (Assuntos Administrativos e Institucionais) e Celso Jerônimo de Souza (Assuntos Jurídicos), o ouvidor-geral, procurador Ubirajara Braga, e o secretário-geral, promotor Glaucio Oshiro.

“O Maio Amarelo visa desenvolver campanhas que impactam a vida das pessoas e mostram que o trânsito vai além de uma demonstração sobre como se portar, pois, trata da vida. Que todos possam nos envolver nessa causa, comentou o representante do Detran, Anderson Castro.

Em abril deste ano, o MPAC assinou um termo de compromisso que selou a adesão ao Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), o qual visa reduzir em 50% o número de óbitos em acidentes de trânsito.

O palestrante Renato Lopes é sociólogo e servidor do Detran (Foto: Renato Beiruth)

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo