Mais de 58 mil pessoas foram alcançadas com ações educativas do Detran na Expoacre 2017

por admin
0 visualizações

As crianças se divertiram aprendendo (Foto: Weslley Chrystian/AscomDetran)

Durante a realização da Expoacre 2017, o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) orientou mais de 58 mil pessoas com o trabalho de educação de trânsito, chegando perto da marca alcançada durante a campanha do Maio Amarelo.

Este ano, o Detran/AC  levou muitas novidades para a feira. Minicidade, contação de histórias, jogos, pinturas na pele, atendimento ao público e atividade de caracterização e vivência fizeram parte do estande. Com tantas dinâmicas lúdicas, as crianças foram as  mais atraídas.

Segundo a coordenadora de Educação de Trânsito do Departamento, Geny Polanco, em nove noites de feira o órgão de trânsito quase alcançou a marca atingida no Maio Amarelo, que foi de mais de 70 mil pessoas. “Tivemos recorde de público nesta edição da Expoacre”, afirma.

O trabalho realizado por professores e alunos do Jovem Aprendiz no Trânsito, com blitzes educativas nas vias e abordagens no interior do parque, também fez a diferença, pois chegou àqueles que não estiveram no estande do órgão.

“A Expoacre é um lugar com grande visibilidade. A sociedade se mostrou envolvida com a causa do trânsito, temos certeza de que isso vai refletir em uma redução ainda mais significativa no número de acidentes”, ressaltou o diretor-geral do Detran, Pedro Longo.

 Dados do trânsito

Segundo o relatório do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPtran), mesmo com o grande fluxo de veículos na região da Expoacre, não houve nenhum acidente com vítimas fatais durante a realização do evento.

Foram abordados 1.519 veículos, dos quais 50 motoristas foram retirados das vias por apresentar embriaguez ao volante e dois veículos furtados foram recuperados.

 Por: Andréia Nobre e Ana Flávia Soares 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo