Instituições se reúnem para elaborar plano emergencial que ajude a reduzir acidentes de trânsito

por Detran AC
1 visualizações
Ana Flavia Soares 
 

 

O Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) reuniu na manhã desta sexta-feira, 14, representantes de órgãos ligados à saúde, segurança viária e transporte  para a elaboração de um plano emergencial com o objetivo de reduzir os números de acidentes nas vias urbanas, rodovias estaduais e federais do estado.

A articulação entre os órgãos prevê ações nos três pilares do trânsito: educação, engenharia e fiscalização. Entre as metas definidas no plano estão fortalecer as atividades que as instituições já realizam e aumentar o número de ações integradas, com foco em campanhas educativas.

Para a coordenadora de educação do órgão, Cléia Machado, ações conjuntas alcançam um maior número de pessoas, além de evidenciar o engajamento de todas as instituições com a causa. “O trânsito é feito por todos, pela sociedade em geral, por isso que diminuir os acidentes deve ser uma preocupação de todos. Nós somos os trânsito”, afirma.

Esta foi a primeira reunião de elaboração do plano. Ainda serão estabelecidas datas para cumprimento das metas propostas Fotos: Ana Flávia Soares

Na ocasião ficou definido que o plano emergencial deve abordar atividades educativas específicas para motociclistas, pois em um estudo realizado pelo setor de estatística do Detran/AC, constatou-se que a maioria dos acidentes registrados no Acre  em 2019 envolvem motociclistas.

Atualmente a frota do estado é de mais de 273 mil veículos. Destes, 43% são motocicletas. Até o dia 30 abril deste ano morreram 13 pessoas em acidentes de trânsito no Acre, das quais 12 mortes envolviam motociclistas.

O presidente da autarquia, Luiz Fernando Duarte, afirma que o principal objetivo do plano é a prevenção. “Durante o Maio Amarelo, ao ver tantas pessoas engajadas e comprometidas com o bem-estar social e a segurança viária, renovamos a esperança de  ter um trânsito mais seguro. Por isso resolvemos manter esses esforços durante todo ano”, afirma.

Participaram da reunião representantes da Secretaria de Estado de Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Coordenadoria Integrada de Fiscalização de Trânsito (Ciftran), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (RBTrans), Policiamento de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) e Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat).

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo