Fiscalizações evitam práticas ilegais no trânsito

por admin
3 visualizações

Em operação realizada na estrada Dias Martins, nas proximidades do Portal da Amazônia, na manhã desta quarta-feira, 16, um condutor foi abordado por agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e, ao apresentar a habilitação, verificou-se que estava adulterada. Ele foi encaminhado à delegacia de polícia civil da 5 Regional para prestar esclarecimentos à autoridade policial.

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) estava plastificada e apresentava uma foto 3×4 afixada sobre a original, que é digitalizada. Acredita-se que o suspeito tomou posse do documento de um condutor devidamente habilitado, adulterou-o, e passou a utilizá-lo. Caso seja constatada a fraude, o acusado vai responder pelos crimes de falsificação de documento público e falsidade ideológica, além de sofrer sanções administrativas previstas no Código de Trânsito Brasileiro.

Ações rotineiras de fiscalização de trânsito têm se intensificado por toda a capital e interior do Estado nas últimas semanas, principalmente nos pontos em que são registrados os maiores índices de acidentes. Através das blitze, o Comando de Fiscalização de Trânsito (Ciftran) quer não somente diminuir as estatísticas de acidentes, mas também coibir práticas que desrespeitem a legislação.

Segundo o coordenador do Ciftran, Herbson da Silva Sousa, somente fiscalizações constantes tornam possível flagrar e resolver situações dessa natureza. “Dirigir sem ser habilitado representa um perigo para condutores e pedestres que utilizam as vias públicas. Assim, evitamos possíveis acidentes e preservamos vidas”, ressalta.

“Dessa maneira, caminhamos na busca de atingir uma das metas estabelecidas pelo governo do Estado para o trânsito, que é torná-lo mais seguro a toda a comunidade”, salienta a diretora-geral do Detran, Sawana Carvalho.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo