Detran implanta novo modelo de coleta de biometria

por admin
0 visualizações

Por Jannice Dantas

Novo sistema de coleta de dados biométricos foi implantado no Detran e está em funcionamento desde o último dia 14. O modelo segue determinação do Denatran e deve entrar em vigor em todo o país. Aqui no Acre, a mudança foi realizada na capital e em Cruzeiro do Sul. Tem como principal objetivo dar maior segurança nas informações colhidas referentes aos dados dos candidatos .

O sistema biométrico consiste na coleta de digitais, imagem e assinatura. Anterior à implantação do novo modelo eram colhidas somente duas impressões digitais de cada mão e a assinatura era realizada no formulário do Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach). Agora é coletada dos dez dedos e de forma rolada, ou seja, de extremo a extremo. Então, em vez de quatro dedos, agora são dez, mais os dois dedos de cada mão que já era colhido antigamente, fazendo um total de 14 impressões digitais que devem ser colhidas por pessoa.

A captura da assinatura do condutor também passa por mudanças. Agora é de forma digital, não passa pelo papel e já vai para o sistema automaticamente. A líder de operações da empresa prestadora desses serviços ao Detran, Renata Lima, explica que assim, é garantido o dobro de segurança e também maior eficiência na realização da coleta da biometria.

No entanto, a diretora geral do órgão, pede aos usuários que tenham paciência, pois o sistema ainda está em fase de adaptação. “Isso gera um pouco de lentidão no início, mas é só até a adaptação completa do novo modelo. Com isso estamos garantindo maior segurança nos serviços que prestamos ao cidadão, pois dificulta adulterações”, ressalta Sawana Carvalho.

Para Igor Bandeira, candidato a primeira habilitação, o novo sistema foi aprovado. “Demorou mais um pouquinho, mas como eles mesmos explicaram, é mais seguro e se é mais seguro, é melhor”, relatou.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo