Detran e SEE ofertam curso que reduz em R$ 500 o valor da primeira habilitação

por admin
0 visualizações

Por : Jannice Dantas

O segundo curso teórico-técnico para o processo de habilitação de condutores teve início no último sábado, 6, na escola Mário de Oliveira. A ação é fruto da parceria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e da Secretaria de Estado de Educação (SEE) e tem como objetivo beneficiar alunos do ensino médio nos procedimentos necessários para obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A diretora do Detran, Sawana Carvalho, explica que, com a formação teórica, esses alunos após atingirem a maioridade – 18 anos – não precisarão passar pela parte teórica nas escolas. Eles irão necessitar somente de aulas práticas. Com isso, além de reduzir o tempo para a obtenção da CNH, o governo do Estado está ofertando um desconto de R$ 500 para esses estudantes.

“Uma CNH categoria A, por exemplo, que permite que o habilitado dirija todos os veículos automotores e elétricos, o candidato gasta aproximadamente R$ 1.200. Como esses alunos já possuem a parte teórica, não precisarão pagar por ela

, ou seja, o custo cai para R$ 700″, destaca Sawana.

O segundo curso está sendo ofertado para 45 alunos de 12 escolas, incluindo a zona rural. Tem carga horária de 90 horas e é realizado nas manhãs de sábado. A seleção dos participantes foi feita com base nos critérios avaliativos, como assiduidade e bom comportamento.

Os jovens recebem noções de direção defensiva, meio ambiente, legislação, primeiros socorros, mecânica entre outros. O material didático e o instrutor foram disponibilizados pelo Detran, ficando o local e a seleção dos alunos a cargo da Secretaria de Estado de Educação.

A parceria entre os órgãos públicos foi firmada em setembro de 2012, durante a Semana Nacional de Trânsito, através do convênio n 04/2012, com base na resolução 265/2007 do conselho nacional de trânsito (Contran), que define os procedimentos para a implementação do curso nas escolas.

Para o secretário de educação, Daniel Zen, essa é uma forma que o governo tem de beneficiar jovens que não teriam condições financeiras de arcar com os custos total para tirarem sua CNH ou simplesmente, priorizam outras demandas dentro do orçamento familiar.

O curso é ministrado como atividade extracurricular pelo examinador de trânsito Erbeson Souza. “Espero que no futuro tenham mais responsabilidade ao conduzir seus veículos, e dessa forma estejam contribuindo para a redução de acidentes de trânsito”, frisa o instrutor.

Para o adolescente de 16 anos, Thales Paulo de Almeida, os 500 reais a menos já auxilia em casa. “É um custo que não teremos preocupação” e continua, “além do mais, espero aprender as regras e me portar bem no trânsito, com consciência e respeitando pedestres e motoristas”, acrescenta.

A primeira turma da formação teórico-técnica do processo de habilitação de condutores recebeu os certificados de conclusão do curso, no último dia, 4, no auditório da Secretaria de Estado de Educação (SEE). Participaram da capacitação 24 alunos de cinco escolas públicas da capital.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo