Detran e Samu realizam simulação de acidente de trânsito

229 visualizações

Andreia Nobre

O cenário de um acidente de trânsito com vítima fatal na Aenida Ceará, em Rio Branco, chamou a atenção de quem passava pelo local, na manhã desta terça-feira, 10. A ação era uma simulação realizada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A iniciativa faz parte da programação da Campanha Internacional de Conscientização no Trânsito, Maio Amarelo, no Acre.

A ação contou com a participação dos orientadores e agentes de trânsito do Detran/AC. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp

Durante a ação, carros e motocicletas simulando um acidente real, ficaram expostos em cima da rotatória, com cartazes levando mensagens impactantes sobre as consequências da imprudência no trânsito.

Segundo a presidente do Detran/AC, Taynara Martins, a simulação teve o objetivo de despertar a consciência da população.

“Temos tentado chamar a atenção de condutores, pedestres e ciclistas incansavelmente. Registramos em 2021 mais de 3.500 acidentes de trânsito. Por isso, pedimos a colaboração de todos, com a tomada de atitudes prudentes no trânsito”, afirmou.

O objetivo da ação foi de chamar a atenção da sociedade para os altos índices de acidentes de trânsito. Foto: Eduardo Gomes/Detran

Segundo o coordenador do Samu, Pedro Pascoal, é melhor investir em prevenção: “Um dos pilares da rede de urgência e emergência é a prevenção. Temos que ter a consciência de que a vida está voltando ao normal. Estamos no término de uma pandemia e, com isso, percebendo um aumento no número de acidentes de trânsito. Aproveitando a campanha Maio Amarelo, queremos conscientizar a população.”

A programação do Maio Amarelo segue durante todo o mês, com ações na capital e no interior. Ainda nesta edição da campanha, o Detran pretende realizar uma segunda simulação de acidente real.

Leia mais: Durante simulação de acidente de trânsito, Samu presta assistência de emergência a bebê de 13 dias

(Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp)
(Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp)

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo