Detran e Mapfre levam programa de educação viária à Bolívia

por admin
3 visualizações

Daigleíne Cavalcante 

Brasil e Bolívia se unem pela redução de acidentes e mortes no trânsito, por meio de uma parceria realizada entre o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/Acre), Fundação Mapfre e prefeitura do Departamento de Pando, na Bolívia.

Nesta sexta-feira, 8, a capacitação do Programa Educação Viária Vital, da Fundação Mapfre, foi apresentada a mais de 40 pessoas, entre educadores e militares, em Cobija, capital de Pando.

A atividade é desenvolvida pela entidade em todo o país e pela primeira vez atravessou a fronteira entre Acre e Bolívia. O treinamento inicia de forma presencial e depois segue no sistema de educação à distância.

“A partir deste momento esperamos que a circulação de brasileiros na Bolívia e de bolivianos no Brasil seja realizado de forma mais harmoniosa, e que cada país respeite as leis de trânsito do outro”, explicou a orientadora pedagógica do programa Educação Viária Vital, Dolores de Paula Gonçalves.

A diretora-geral do Detran/AC, Shirley Torres, aproveitou o momento para acordar um novo encontro para troca de experiências entre as equipes de fiscalização de trânsito do Acre e de Cobija.

Shirley Torres, diretora-geral do Detran, ampliou a parceria com o país vizinho (Foto: Daigleíne Cavalcante)

“O que nos une neste momento é a preocupação com a vida das pessoas no trânsito. Acreditamos que ampliar conhecimentos sobre as diferentes legislações e compartilhar nossas experiências sobre como a educação de trânsito pode evitar mortes nas vias será um grande passo nesse sentido”, enfatizou Torres.

A parceria também foi enaltecida pelo prefeito do Departamento de Pando, Luis Gatty Ribeiro Roca, que aprovou a iniciativa.

“Estamos unindo laços para que não tenhamos problemas, mas consigamos melhorar as relações e o comportamento dos que transitam entre os dois países, por isso entendemos que esta parceria vai promover o respeito necessário para evitar mortes de condutores e pedestre”, ressaltou.

Pelo sexto ano, Mapfre e Detran se unem às escolas pela preservação da vida (Foto: Ascom Detran)

Com o Programa Educação Viária é Vital, a Fundação Mapfre pretende disseminar conhecimentos, começando pelos professores, alunos e comunidade escolar, sobre como mudar o comportamento nas vias pode proteger as pessoas, evitando acidentes.

Mapfre no Acre

Durante toda essa semana a equipe de educação do Detran/AC, juntamente com a representante da Fundação Mapfre, levaram a mesma capacitação a mais três municípios acreanos: Sena Madureira, Plácido de Castro e Brasileia, além da capital, Rio Branco, somando mais de 220 pessoas alcançadas, que serão os multiplicadores do conhecimento sobre educação viária.

“Durante quatro meses os educadores devem desenvolver projetos educativos nas escolas, envolvendo não só alunos, mas também a comunidade escolar como um todo”, explica a coordenadora de educação de trânsito do Detran/AC, Geny Polanco.

Educadores serão parceiros na disseminação da educação de trânsito (Foto: Daigleíne Cavalcante)

Os participantes concorrem a uma premiação nacional que deve ser realizada em novembro deste ano, em São Paulo. Em 2017, um projeto desenvolvido no Instituto Santa Juliana, em Sena Madureira, foi o ganhador nacional da Mapfre.

Este é o sexto ano que o Detran/AC apoia a realização da capacitação da fundação e acompanha a realização dos projetos, unindo-se às escolas na missão de educar alunos de todas as idades para o trânsito.

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo