Detran e Hemonúcleo de Cruzeiro do Sul firmam parceira para doação de sangue

por admin
0 visualizações

Por Cristina Souza

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran), por meio da primeira Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), firmou parceria com o Hemonúcleo de Cruzeiro do Sul, que se encontra com baixo estoque de bolsas de sangue. O objetivo da iniciativa é fortalecer as ações de captação na busca de novos doadores.

Atualmente, o Hemonúcleo possui mais de 800 doadores cadastrados, dos quais apenas 250 estão ativos, fator preocupante, levando em consideração que a unidade atende toda região do Juruá, inclusive Guajará e Ipixuna. Outra dificuldade é a grande incidência da malária e de Hepatites Virais, que deixa muitos doadores inaptos para realizar a doação.

Para o gerente Ciretran de Cruzeiro do Sul, Valdeci Dantas, a ação também vai mostrar o lado humano dos servidores da unidade. “Queremos ajudar a sociedade, mostrar a nossa solidariedade e que o nosso trabalho vai muito além de fiscalizar o trânsito”, afirma.

Segundo a diretora do Detran, Sawana Carvalho, a Ciretran, além de continuar com os trabalhos rotineiros de abordagens e ações educativas, agora investirá em conscientizar e estimular as pessoas a se tornarem doadoras. “A doação é um gesto de solidariedade e com a iniciativa pretendemos incentivar as pessoas, principalmente os condutores, a doarem sangue e salvar vidas”, disse.

Informações sobre doação de sangue

Para doar sangue é necessário:

– apresentar documento com foto, válido em todo território nacional;

– ter entre 18 e 65 anos de idade;

– ter peso acima de 50 kg.

Recomendações para o dia da doação:

– nunca vá doar sangue em jejum;

– faça um repouso mínimo de seis horas na noite anterior à doação;

– não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores;

– evitar fumar por pelo menos duas horas antes da doação;

– evitar alimentos gordurosos nas três horas antecedentes a doação;

– interromper as atividades por 12 horas pessoas que exerçam as seguintes profissões: piloto de avião ou helicóptero, condutor de ônibus ou caminhões de grande porte, profissionais que utilizem andaimes, mergulhadores e paraquedistas.

Quem não pode doar:

– quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade;

– mulheres grávidas ou amamentando;

– pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como Aids, hepatite, sífilis e doença de chagas;

– usuários de drogas;

– aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo