Detran apresenta balanço sobre a fiscalização eletrônica

por admin
0 visualizações

Passados dez dias da implantação da fiscalização eletrônica, o Departamento de Trânsito do Acre (Detran) realizou levantamento para saber quais infrações estão sendo cometidas com maior frequência pelos condutores da capital acreana e quais pontos estão sendo mais desrespeitados.

Segundo informações da gerência de multas da autarquia, o excesso de velocidade ainda é o grande vilão, seguido pelo avanço de semáforo e parada sobre a faixa. “É importante frisar que o excesso de velocidade, em sua maioria aliado à mistura de álcool e direção, é o principal causador de acidentes em todo o Brasil”, destaca a diretora do Detran, Sawana Carvalho.

Além de colocar a sua vida e a de outros em risco o condutor que ultrapassar o sinal acima da velocidade permitida terá que pagar multa que vai da média (para quem ultrapassar até 20%), grave (entre 20% e 50%) e gravíssima (acima de 50%). Os valores variam de R$ 85,00 a R$ 574,62, dependendo da gravidade. Já para quem avançar o sinal vermelho, o valor pago será de R$ 191,54 e configura multa gravíssima.

Outra sanção aplicada é a adição de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de acordo com a infração cometida. A média equivale a quatro; grave a cinco; e gravíssima equivale a sete pontos. “O condutor deve estar atendo a isso, pois se completar exatos 20 pontos ele terá que cumprir suspensão do direito de dirigir”, completa Sawana.

A gerência de multas informa ainda que o radar localizado próximo ao Skate Parque (no Parque da Maternidade) e o do Calafate, são os mais desrespeitados pelos motoristas. “A atividade fim da fiscalização eletrônica é salvar vidas. Esses dados apresentados nos preocupam, pois demonstram a desobediência por parte dos motoristas às regras de trânsito”, enfatiza a diretora do órgão.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo