Detran/AC comemora redução nos índices de acidentes durante o mês de outubro

por admin
0 visualizações

(Por Jannice Dantas)

Os constantes investimentos na área de engenharia, educação e fiscalização que o governo do Estado, através do Detran/AC, vem realizando já demonstram resultados positivos nos dados elaborados pelo setor de estatística da autarquia.

Os índices de acidentes estão decrescendo desde o início do ano, precisamente no mês de janeiro. Em todo o Estado, acidentes com vítimas que foram a óbito registram uma redução de 27,33%, referente ao mês de outubro de 2011 ao mesmo período deste ano. Já o número de acidentes fatais teve uma redução um pouco maior: 29,58%.

A batalha contra acidentes de trânsito tem sido incentivada ao redor de todo o mundo. Constantemente o tema vem pautando debates e campanhas que visam evidenciar o tema para a sociedade, entre eles: Década de Ação pela Segurança Viária, Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito, Projeto Vida no Trânsito e trabalhos desenvolvidos pelas organizações não governamentais (ONGs).

Para a diretora-geral do Detran, Sawana Carvalho, ações como essas são fundamentais para o êxito que o Acre vem tendo. Ela explica ainda que a Década de Ação pela Segurança Viária tem como objetivo diminuir em até 50% o número de acidentes em todo o mundo. “No primeiro momento, o objetivo maior é de estagnar para depois, sim, reduzir. No entanto, nós já estamos conseguindo atenuar os índices ao longo desses dois anos”, disse.

A diretora acrescenta ainda que também houve redução nos números de acidentes não fatais. “Reduzimos 6,12%, acidentes sem nenhuma vítima reduziu para 4, 57% e o total de acidentes em todo o Estado caiu para 5,48%. Sawana destaca que os trabalhos realizados pelo órgão nas áreas de engenharia, educação e fiscalização estão sendo de fundamental importância. Tanto que, mesmo com o crescente aumento da frota, os dados têm se mostrado positivos. Atualmente circulam em todo o Acre 186.896 veículos, sendo que deste total, 127.857 ficam em Rio Branco.

“Na engenharia, buscamos uma sinalização eficaz e medidas que proporcionem maior fluidez, na educação estamos resgatando o respeito às leis de trânsito e através da fiscalização, conseguimos fazer com que aquela pessoa que não respeita o trânsito seja penalizada, pois ninguém está acima da lei, todos devem cumprir o que determina o código brasileiro de trânsito (CTB). Se todos respeitarem e se portarem com educação e gentileza, com certeza, teremos um trânsito com menos acidentes”, enfatiza a diretora da autarquia.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Saúde, o Brasil ocupa o quinto lugar no mundo em mortes provocadas pelo trânsito. Acidentes de moto respondem por 48% dos óbitos. Somente em 2012 foram gastos R$ 187 milhões somente com internações de vítimas de acidentes.

Ainda segundo a assessoria da Sesacre, com este valor seria possível adquirir 1.557 ambulâncias para o Samu ou ainda construir 130 unidades de pronto-atendimento (Upas). Representa sete vezes o valor que foi gasto em 2011 com vacinações contra a poliomielite e cinco vezes com vacinação contra a Influenza, onde foram beneficiados ao todo, 24 milhões de brasileiros.

“Através destes dados, fica claro que investimentos que certamente poderiam ser empregados na área da saúde, com doenças de causas naturais, estão sendo desviados para os acidentados no trânsito. Muitas vezes tirando inclusive, vagas nas unidades de tratamento intensivo (UTIs)”, alerta Sawana Carvalho.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo