Campanha educativa reforça alerta sobre perigo de aliar álcool e direção

por admin
0 visualizações

(Por Golby Pullig – Fotos: Gleilson Miranda/Secom)

A professora Ângela Machado é a fiel amiga da rodada de um grupo em que ela é a única que não consome bebidas alcóolicas. “Se precisar dar duas viagens ela vai. Nunca se incomoda e é alegre mesmo sem beber”, elogia o operador de máquinas Valfredo Rocha. Os amigos, que participaram da cavalgada e continuaram bebendo ao longo do dia, têm consciência de que nenhum teria condições de dirigir. Esta é a principal orientação das autoridades de trânsito para a população durante os nove dias de Expoacre por meio do programa Álcool Zero: se beber não dirija.

Com o lema “Beber é uma questão pessoal. Trânsito seguro é uma questão social”, a equipe pedagógica do Detran tenta sensibilizar os motoristas para a responsabilidade individual de evitar a associação entre álcool e o volante. Panfletos, folders, jogos americanos e outros materiais promocionais alertam para as vantagens de se promover um trânsito mais seguro. “De um modo geral as pessoas estão entendendo que o queremos não é proibir ninguém de beber, mas chamar a atenção para não aliar bebida e direção que coloca em risco a vida de nossos entes queridos”, explica o pedagogo do programa de Educação para o Trânsito, José Lopes.

A Companhia Integrada de Fiscalização de Trânsito (CifTran), vinculada ao Detran, e Companhia de Trânsito da Polícia Militar (Ciatran) realiza entre meia-noite e 3 horas da manhã fiscalização intensiva de controle. O advogado James Antunes, acompanhado de amigos, colabora com a campanha e estava tranquilo porque já havia escolhido o motorista da rodada. “Apoio a campanha Álcool Zero e acho que todos têm ter esse cuidado”, disse.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo