Agentes de trânsito abordam motorista com CNH falsa

por Detran AC
6 visualizações

Agentes da Coordenadoria Integrada e Fiscalização de Trânsito (Ciftran) abordaram na segunda-feira, 20, um motociclista que avançou o semáforo vermelho, na Rua Rio de Janeiro, o condutor apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada, fato constatado através de pesquisa ao Sistema de Gestão de Trânsito (Getran).

O condutor informou que não sabia que o documento era falsificado, pois o adquiriu por meio de um parente que possui uma autoescola em São Paulo, o documento foi comprado pela quantia de R$ 1.500,00. 

“A letra estava com uma fonte diferente, a assinatura do presidente do órgão estava rasurada, o condutor apresentava nervosismo, ao fazer a busca no sistema, confirmei a falsificação”, afirma o agente de trânsito, Fábio Jucá.  

Conforme o Art. 297 e 304 do Código Penal são crimes fazer uso, falsificar ou adulterar documentos públicos, com pena de reclusão de dois a seis anos e multa. No Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é uma infração gravíssima, com penalidade de multa e recolhimento do veículo. 

O coordenador da Ciftran, José Clecimar Amorim, faz um alerta a população para que não acreditem na promessa de documento sem aulas e exames. 

“Muitas vezes os falsificadores alegam que o documento é original, porém as aulas e exames são etapas exigidas por lei, portanto não é possível adquirir uma CNH regular sem passar por essas etapas, vale ressaltar que portar documentos falsos é crime,” explica.

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo