Acre reduziu em mais de 27% mortes no trânsito em 2021

667 visualizações

Daigleíne Cavalcante

O Acre diminuiu mais de 27% o número de mortes causadas por acidentes de trânsito. O dado foi divulgado pelo Setor de Estatística e Análise Criminal da Polícia Militar e leva em consideração todo o ano de 2021, em que foram registradas 45 mortes nas vias estaduais. No ano anterior, 62 pessoas morreram em acidentes de trânsito no perímetro estadual.

O levantamento mostra ainda que também os acidentes sem vítimas se reduziram. De acordo com a presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC), Taynara Martins, os dados significam o compromisso do governo do Estado em proteger vidas no trânsito.

“As reduções de acidentes e mortes são reflexo do trabalho incessante das nossas equipes de educação, engenharia e fiscalização, sempre com o apoio das forças da Segurança, principalmente da Polícia Militar. Porém, apesar da redução, nossa meta é que nenhuma pessoa tenha a vida abreviada ou fique mutilada por uma irresponsabilidade cometida nas vias”, enfatiza.

A falta de atenção é a principal causa de acidentes de trânsito. Foto: Ascom/Detran

De acordo com estudo realizado em 2020 pelo Ministério da Infraestrutura (Minfra), a principal causa de acidentes de trânsito no Brasil está ligada à negligência dos motoristas: 53,7%. Desse percentual, 30,3% ocorrem por infrações das leis de trânsito. Em 2021, por exemplo, houve uma alta de 127% nos índices de embriaguez ao volante, se comparado com o ano anterior.

“Só vamos conseguir evitar acidentes quando conquistarmos a mudança de comportamento no trânsito, quando todos compreenderem que, ao conduzir um veículo, temos responsabilidade com a vida”, conclui Taynara Martins.

Segundo o Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro – estatística da indústria automobilística alimentada com dados da Polícia Rodoviária Federal, com ênfase na análise de acidentes envolvendo caminhões e ônibus -, em 2020 as principais causas de acidentes foram:

  1. Falta de atenção;
  2. Desobediência à sinalização;
  3. Velocidade incompatível;
  4. Ingestão de álcool no volante;
  5. Defeito mecânico no veículo;
  6. Desobediência  à distância de segurança;
  7. Dormir ao volante;
  8. Animais na pista;
  9. Ultrapassagem indevida;
  10. Defeito na via.

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Ir para o conteúdo